segunda-feira, 29 de junho de 2009

Tudo está sempre bem

a culpa, sempre ouvimos falar nela, desde pequenos. acho que também todos a sentimos. agora des-sentir, não estamos programados. a verdade é que é coisa que não existe. não apenas porque me disseram, mas porque o sinto.
na minha vida segue uma limpeza, na cave, no sótão e em cada frincha da casa, aquelas mesmo onde nem uma barata cabe. e a culpa envergonhada está-se indo embora. culpas de nadas. culpas sem sentido. como todas. culpas que nem sabemos existir.
muitos amigos nesta caminhada.
Bem-vindos.

3 comentários:

Anadri disse...

des-culpa.
:)
e assim ela vai embora...

Seagul disse...

Olá querida Amelie - posso ajudar na limpeza??? :) :) :)
Jinho.
Gina

amelie disse...

sim, deixando de hibernar! Hi! Hi! Hi!