sábado, 26 de julho de 2008

2 semanas e meia

O grupo em versão reduzida
Estas duas semanas em Cuenca não se podem definir. Foram largas, larguíssimas e muito curtas também. Intensas e reveladoras. Fico-me com as recordações das gentes. Salamanca estava tão bem auxiliada desde arriba e Valência nem falar. O Brasil, ó gente maravilhosa! Vigo, S. Tiago de Compostela, Canárias, Albacete, Barcelona, Madrid, Ávila, Santander... e Cuenca, claro, queridas Ana e Paula. México, que lindas as pessoas do México, tenho um pedacinho daí, Colombia, Chile, Argentina, que linda gente! E como todos gostam de Portugal, de Saramago, da comida, do fado, fiquei impressionada. Jurei a Toity que iria ter classes de canto. Afinal o meu fado sou eu quem pouquito a pouco o vai construindo. Sim, porque eu cantei. Foram os meus primeiros aplausos. E um bater de asas de coruja.
Marcaram-me os 3 anjos e um maneta chifrudo na praça das angústias. Uma clown e a árvore, o homem e o caminho.

6 comentários:

Pedro disse...

Já tive nessas escadas...

La lectora disse...

Foi uma grande sorte conhecer-te. Fico à tua espera nesta terra das tuas adoradas laranjeiras; tão bonitas como tu e como o teu canto, Amélia!

amelie disse...

querida amiguinha Laura, és tu?!
que saudades!!!

nerea disse...

Agora dá a sensación de que foron apenas uns días de nada, e que poderiamos botar outros tantos... non? Moitos bicos/beijos dende Compostela

amelie disse...

Querida Nerea, que tal as festas de Santiago?!

ada disse...

"Obrigadinha" pelas tuas lindas palavras... e o teu mais lindo coraçao.